Seguidores

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

ANGRY - FUTURE CHAOS



                      Thrash metal agressivo, cru e violento. Assim o  ANGRY, trio de Mauá (SP), se apresenta com FUTURE CHAOS. Guitarras com uma pegada bem old school, baixo e bateria diretos. Influências de nomes como Slayer, Testament, Exodus e também da escola alemã (Kreator e Destruction á frente), dão a tônica do trabalho que se mostra eficiente e garante aos apreciadores do estilo, mais uma boa opção no que se refere ao thrash metal feito em terras tupiniquins.


                      O grupo é formado por Diego Armando (vocal e baixo), Alex (guitarra) e Ricardo Luiz (bateria), e anteriormente havia lançado em 2010 o álbum Only Lies. Com uma bela capa e uma produção correta, o trabalho inicia com a introdução When Darkness Fall e logo na seqüência, emenda com a porrada The Night of Your Death. Riffs na melhor linha do thrash old school (mas sem soar datado), encontram uma cozinha pesada e alinhada a proposta do estilo. Vocal carregado de fúria e solo agressivo dão a dose certa de brutalidade á faixa. Future Chaos, faixa título, já começa com o pé no acelerador e tem um belo trabalho de bateria. Guitarra bem timbrada e direta. Um solo, por que não dizer, com melodia, mostram que o grupo possui versatilidade em suas composições. Após a breve narração em seu início, a veloz Insanity ganha espaço e como o próprio nome entrega, carregada na dose de insanidade, Riffs "violentos" e um vocal que lembra a "crua" veia alemã que o grupo tem em suas influências. A próxima faixa, I See, segue essa linha, onde a  velocidade e a agressividade ditam o ritmo,


                      Stuck in the Past, não dá refresco e impõe uma pegada bem típica, com as guitarras á frente. Suffocated By Despair, mais direta, entra com os dois pés na porta, garantindo aquela dor no pescoço e não dá chance pra respirar. Essa faixa, ao vivo, deve ser uma aula de  destruição. Fear of Tomorrow, continua o massacre e mostra uma boa variação na composição e a  cozinha da banda merece destaque aqui. A longa Last Day encerra o cd, mostrando a capacidade técnica da banda, alternando riffs mais agressivos e sujos com passagens mais simples, dando álbum um fechamento em grande estilo.


                    O Brasil é um país que possuem grandes bandas. Não apenas aquelas que acabam sendo conhecidas pela maioria do público. O underground propicia aos seus apreciadores bandas que tem muito a oferecer á quem curte heavy metal. O Angry é mais uma boa opção quando o assunto é Thrash Metal. Se for sua praia, pode ir tranquilo. Se bem que, tranquilidade é o que menos queremos quando o assunto é esse, não é mesmo? E isso, podem ter certeza, o grupo garante!



Sergiomar Menezes

Nenhum comentário:

Postar um comentário