Seguidores

segunda-feira, 7 de setembro de 2015

SAVE OUR SOULS - THE OTHERSIDE


                    Metal Sinfônico elaborado, técnico e de bom gosto. Talvez seja um tanto simplificado chamar assim a música executada pelo quarteto gaúcho SAVE OUR SOULS. Mas também, resume de forma correta o som praticado pelo grupo. Lançando seu primeiro trabalho, THE OTHERSIDE,via SHINIGAMI RECORDS, o grupo formado por Melissa Ironn (Vocal e teclado), Marlon Lago (Guitarra), Jackson Harvelle (baixo) e Andréss Fontanella (bateria), apresenta um trabalho consistente e bem elaborado, algo bastante raro hoje em dia, no saturado mundo do estilo escolhido pelo quarteto. Gravado no UFO Studio em Capão da Canoa, RS e produzido por Diego Voges e pela própria banda, o álbum traz belos arranjos e composições que mostram que, apesar de se tratar do primeiro trabalho da banda ( em 2010 o grupo lançou de forma independente o EP FIND THE WAY), personalidade e talento, permeiam de forma uniforme o trabalho.

                    Contando com um trabalho gráfico muito bem elaborado, a produção soube explorar as nuances que o som trabalhado do grupo propõe, sendo que os arranjos ficaram muito bem feitos. Iniciando com Another Life, uma canção bem variada, onde os vocais de Melissa já demonstram uma bom alcance e que se desenvolvem de forma bem peculiar durante a execução da faixa. Com uma introdução bem suave e melódica, a faixa cresce e ganha peso. All  The Lost Souls tem as guitarras como de destaque, além do belo trabalho vocal. The Judgement Day, terceira faixa, apresenta como principal ponto, o bom trabalho desenvolvido pela "cozinha" da banda. Pesada mas sem soar forçada, a música figura entre os destaques do trabalho. The Sound of  Heart, uma balada com belos arranjos e uma bela interpretação de Melissa. O grupo mostra uma boa variação nas composições, o que faz muita diferença. Web of Lies vem na seqüência traz uma boa dose de peso, onde os bumbos de Andréss se fazem presentes, imprimindo á música uma pegada com toques de heavy.

                     Mais peso é o que temos em Soul Domination. Grande trabalho de baixo e bateria com um teclado bem encaixado, A guitarra de Marlon Lago capricha no timbre pesado e por alguns momentos, entram de vez em um heavy metal que só nos remetam ao sinfônico pelos vocais de Melissa. Uma faixa que merece destaque. Já Find The Way traz vocais característicos ao estilo. Pesada e sinfônica, a faixa ganha e muito nos arranjos que ressaltam a capacidade da banda nas composições e que entregam ás canções, a personalidade inerente ao estilo. Leave Me Alone é uma surpresa, pois é uma faixa curta. Porém, na seqüência temos You (Leave Me Alone Part.2) que segue o peso de sua antecessora e possui um belo andamento. Dark Enigma, a última faiixa regular, começa com um belo piano, para em seguida, mostrar a técnica do baixista Jackson Harvelle. Com variações e arranjos complexos, a faixa encerra oi trabalho de forma que, podemos afirmar, coloca o Save Our Souls entre as promessas do cenário nacional. Com vocais guturais á cargo do produtor Diego Voges, e mais uma bela interpretação de Melissa, a música sintetiza o trabalho do grupo. Há ainda, uma faixa bônus. A versão acústica para The Sound of Heart, que ficou muito bem executada e podemos ouvir, de forma mais direta, o talento vocal de Melissa.

                     O trabalho do SAVE OUR SOULS surge como um sopro de renovação no mercado um tanto quanto desgastado do metal melódico/sinfônico. Talento nas composições aliado á técnica dos músicos devem garantir um futuro promissor ao grupo. Se mantiverem a classe apresentada em THE OTHERSIDE, seu nome logo logo, figurará entre os grandes do metal nacional.

SAVE OUR SOULS

         Sergiomar Menezes


Nenhum comentário:

Postar um comentário