Seguidores

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

INSANE DEVOTION - INFIDEL



                         Muito mais que Black Metal. O que temos aqui não pode, simplesmente, ser resumido dessa maneira. Claro que a brutalidade, agressividade e aquele toque seco e cru que o estilo necessita se fazem presentes. Mas elementos sinfônicos, além de influências de outras vertentes do heavy metal dão ao trio paranaense INSANE DEVOTION uma personalidade ímpar. E o resultado de 20 anos de carreira se apresenta aqui, no excelente INFIDEL, lançado em 2015. Tendo lançado em 2005 seu primeiro trabalho, Slaves Will Serve, o grupo esteve ausente da cena por alguns anos, mas retornou e, pelo que se ouve neste lançamento, veio pra ficar!

                         O grupo é composto por Moloch (vocal), A. Maurício Laube (guitarra, baixo, programação da bateria e vocais) e Fernando Nahtaivel (sintetizadores, programação de bateria e vocais). Interessante é que mesma sem um a"bateria", o grupo faz um som tão intenso e forte, que isso passa despercebido, tamanha a criatividade e personalidade do trio. Com uma produção bem direta e seca, perfeita dentro da proposta da banda. Sob o comando de Maurício e Fernando, o peso e sujeira do som do grupo encontraram o equilíbrio de forma "cristalina", pois podemos ouvir todos os instrumentos de forma nítida. A guitarra com um timbre perfeito, o baixo pesado e denso, sintetizadores criando um clima sombrio e  a bateria que, como disse antes, mesmo programada, transborda agressividade. A capa é de Chris Cold, enquanto a arte do encarte ficou sob a responsabilidade de Maurício e Fernando.

                        O CD tem início com a densa e sombria Son of Hate. Um clima pesado permeia a composição, onde as guitarras despejam riffs bastante pesados. Os vocais de Moloch vem carregados de fúria e, ao mesmo tempo, lamento. Uma variedade no andamento da música, mostra o talento dos músicos na composição e reforça a qualidade dos arranjos. Obscure Blackened Night inicia com riffs mortais e um vocal rasgado. veloz e técnica, a faixa também possui variação em seu andamento, As passagens sinfônicas dão uma atmosfera bastante "carregada". Bad Machine também vem com riffs bastante agressivos, enquanto os sintetizadores criam o clima soturno que  a faixa demanda. Os vocais cortam a faixa de forma instigante, gerando um dos melhores momentos do trabalho.

                        The Rite of Winter tem um andamento mais cadenciado. Não tão agressiva e brutal e um pouco mais "melódica", a faixa tem belos riffs e um solo muito bem elaborado. Essa variação entre as composições é um dos pontos fortes do grupo, pois mostra que não se prende a um determinado estilo nem forma de composição. Criatividade e originalidade. E isso faz a diferença. Standard Operating Procedure é rápida, "direta" e possui riffs matadores. Uma faixa curta, mas marcante. Mass Murderer encerra de forma grandiosa o trabalho, pois aqui, temos uma faixa que resume perfeitamente a proposta do grupo. Arranjos muito bem elaborados, variações de andamento, a versatilidade dos vocais, riffs pesados, baixo marcante, orquestração muito bem encaixada.

                      INFIDEL ainda traz uma bela surpresa. O primeiro trabalho do grupo, Slaves Will Serve, lançado em 2005, vem como bônus, o que engrandece ainda mais o lançamento. Que o grupo não demore tanto para lançar o próximo trabalho. Um black metal criativo, sem amarras. Personalidade e dedicação. Essa combinação, faz do INSANE DEVOTION uma grande banda!



    Sergiomar Menezes

Nenhum comentário:

Postar um comentário