Seguidores

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

DEE SNIDER - WE ARE THE ONES (2016)



                    Alguns artistas, quando resolvem lançar um trabalho solo, muitas vezes acabam fazendo o mesmo que fazem ou faziam em suas bandas. E se isso acontece, eu me pergunto: qual a necessidade de lançar algo igual ou semelhante ao que vem fazendo, se para isso o músico já tem seu grupo principal. DEE SNIDER, após o encerramento das atividades do grande Twisted Sister, resolveu mostrar um outro lado seu, principalmente na forma e compôr. E o resultado disso é WE ARE THE ONES, lançado em 2016 e que chega por aqui através da Shinigami Records. Em dez faixas, o polêmico vocalista deixa claro que não se importa com o que podem pensar ou falar a respeito disso. E dessa forma, fico á vontade para dizer que o trabalho é bastante irregular.

                   O álbum foi gravado com muitas participações, tendo como compositores principais o próprio Dee e o guitarrista e produtor Damon Ranger, responsável também pela produção deste cd. Nas dez faixas, o vocalista não tem medo de errar e arrisca outras formas de composição, e dentre elas duas acabaram me chamando mais a a atenção. Uma versão acústica ao piano da clássica We're Not Gonna Take It, que para minha surpresa ficou sensacional, mudando "sem mudar" esse clássico absoluto do rock n' roll, imprimindo uma dose extra de sentimento e emoção na sua interpretação. A outra, é uma versão para uma música do Nini Inch Nails. Head Like a Hole manteve o mesmo clima da versão original, mas parece ter recebido uma dose extra de peso e que ficou ainda mais densa com os vocais característicos de Dee. 

                  Ainda podemos destacar a faixa título que tem uma pegada próxima ao que Andrew WK faz, ao misturar o hard rock á uma levada mais moderna e atual, Over Again, que parece aqueles "rockinhos" que algumas bandas americanas faziam sob encomenda para passar na MTV e Crazy For Nothing, que tem boas guitarras. De resto, as outras faixas acabam apresentando aqueles "barulhinhos" estranhos que a maioria dos fãs de metal abomina. Além disso, falta aquela pegada mais rock, a qual Dee é expecialista.

                  No geral, WE ARE THE ONES é um trabalho que pode agradar aos fãs não muito exigentes, que não esperam por algo mais na linha tradicional do vocalista. DEE SNIDER não precisa provar nada a ninguém. Sua história fala por si. Mas confesso que esperava um pouco mais de um ícone do rock...





     
                    Sergiomar Menezes

Nenhum comentário:

Postar um comentário