Seguidores

quinta-feira, 12 de outubro de 2017

HAVOK - CONFORMICIDE (2017)



                      Se tem um estilo que cada vez mais vem se "fortalecendo", esse estilo é o Thrash Metal! E não falo apenas com relação aos medalhões, mas também à inúmeras e excelentes bandas que, mesmo não sendo tão novas assim no cenário, injetam um sopro revigorante a cada novo lançamento. e dentre essas bandas, podemos, com a mais absoluta certeza, citar os norte americanos da HAVOK. Na estrada desde 2004, o grupo traz em sua bagagem dois EPs e três full lenghts. E agora em 2017, lançam esse petardo intitulado CONFORMICIDE, que chega por aqui na parceria Shinigami Records/Century Media. E, não tenho nenhum receio em afirmar que, independente do que você vier a escutar dentro do estilo, este CD estará em sua lista de melhores do ano.

                Formada por David Sanchez (vocal e guitarra), Reece Scruggs (guitarra), Nick Schendzielos (baixo) e Peter Webber (bateria), o quarteto traz toda a energia e fúria que consagrou as bandas do estilo. Tendo suas raízes na Bay Area, o grupo consegue de forma extremamente eficiente, agregar algo do Thrash alemão, principalmente tendo o Destruction como ponto de referência. E o resultado disso é um thrash metal atual, mas que tem toda sua base nos anos de ouro do estilo. o HAVOK consegue soar moderno sem ser chato, pois acaba entrando naquilo que se convencionou chamar de Retro-Thrash". O álbum foi produzido e mixado por Steve Evetts, enquanto a masterização ficou sob a responsabilidade de Alan douches. E a dupla deixou tudo no ponto. Guitarras bem timbradas, baixo e bateria pesados e insanos (o trabalho do baixista Nick merece ser destacado) e o vocal, que fica num meio termo entre Zetro Souza (Exodus) e Schmier (Destruction), criam músicas empolgantes e cheias do espírito característico do Thrash Metal.

                           Riffs agressivos e uma pegada que nos remete aos clássicos dos anos 80 (vejam bem, não disse aqui que o álbum é clássico como aqueles, ok?) aliados à uma execução cheia de garra fazem de músicas como F.P.C. (daquelas aberturas que mostram que o grupo sabe bem o que está fazendo e que escancara a qualidade do baixista Nick), Hang 'Em High, que possui riffs rasgados e certeiros, Dogmaniacal, outra paulada carregada de riffs mortais, Masterplan, a melhor do trabalho, cheia de variações, onde as guitarras mostram excelente desenvoltura, com um entrosamento digno de nota, Peace is in Peaces, que além do belo título, traz toda a versatilidade do grupo na hora de compôr e Claiming Certainty, que parece ter sido gravada nos anos 80 e trazida para o momento atual depois de ter sido encontrada em alguma demo perdida. A versão nacional conta ainda com duas faixas bônus: String Break e Slaughtered, duas pauladas que mantém a adrenalina presente no versão regular do trabalho.

                          Sem muito mais o que acrescentar. CONFORMICIDE é um álbum para ser apreciado por todo fã de Thrash Metal. Seja ela mais "simpático" à Bay Area, seja ele mais adepto ao Thrash alemão. O HAVOK consegue unir essas duas vertentes com maestria e com este lançamento, crava seu nome entre os grandes nomes da cena atual. vai figurar fácil em muitas listas de melhores do ano...





                      Sergiomar Menezes

Nenhum comentário:

Postar um comentário